eficientes

4 coisas que te podem estar a impedir de seres eficiente enquanto trabalhador por conta própria

O facto de seres ou não eficiente pode estar a condicionar a tua vida. Quando deixamos de ter um emprego, com um horário fixo, num determinado local e começamos a trabalhar por conta própria podemos ter alguns desafios na nossa gestão do nosso tempo e espaço. O facto de nos ser imposto um lugar e um horário de trabalho, quando trabalhamos por conta de outrem pode representar uma prisão sim, porém é uma referência para a gestão do dia dos trabalhadores.

Quando começamos o trabalho por conta própria é fundamental que tenhamos atenção a várias situações, pois deixamos de ter a referência de onde devemos estar ou que horário devemos cumprir. Se por um lado não devemos correr o risco de trabalhar horas a mais sem paragens para descansar e para recompor energia; por outro lado podemos enfrentar a dificuldade em gerir de forma eficiente o nosso tempo colocando em causa a nossa produtividade e consequentemente os nossos resultados.

O equilíbrio está em descansar o suficiente para que possamos ter um bom desempenho e em trabalhar com um horário adequado que possamos produzir e obter os resultados desejados.

Então vou-te falar de 4 erros que algumas pessoas cometem que não lhes permite gerir em equilíbrio o seu trabalho especialmente enquanto trabalhadores independentes:

Não ter horários de trabalho

O facto de não ter um horário de trabalho estipulado faz com que os empresários mais exigentes trabalhem de mais, o que pode levar a cansaço extremo e consequentes desafios de saúde. Há pessoas que não respeitam, por exemplo, o horário de almoço, ou do lanche, o que pode ser contraproducente pois tendemos a ser mais produtivos depois de períodos de descanso. Os trabalhadores independentes menos exigentes podem distrair-se com facilidade com outras situações que não estejam relacionadas com o trabalho o que faz com que não haja produção e consequentemente os resultados pretendidos.

Não ter algumas rotinas

Algumas pessoas descuram determinadas rotinas só porque trabalham por conta própria. Por exemplo quando o trabalho é gerido a partir de casa há a tendência de as pessoas se vestirem com roupa “de andar por casa” o que pode ter consequências na auto-estima e na auto-imagem da pessoa. Pode haver a tendência de flexibilizar horários de acordar ou deitar porém ter horário para deitar e acordar para que possa haver uma regulação do sono é favorável. Se queres ser um empreendedor eficiente, mantém as tuas rotinas, mesmo que tenhas o teu escritório em casa veste-te como se fosses trabalhar fora de casa, mesmo que não tenhas uma entidade que te imponha um horário estipula a tua hora aproximada de deitar e levantar.

Não ter uma agenda e planeamento diário

Não existir um guia onde seja possível perceber quais as principais tarefas a desempenhar pode ser algo contraproducente pois quando sabemos o que nos propomos fazer ao longo do dia, mais facilmente vamos desenvolver esforços para concluir tarefas relevantes. No trabalho por conta de outrem, enquanto empregados talvez alguém nos dissesse o que era suposto fazer, enquanto empreendedor és tu que geres o teu tempo, és tu que defines as tarefas importantes que te levam aos resultados que pretendes. A cada dia podes desenvolver esforços de encontro a esses resultados, então planeia o teu dia, planeia os momentos de pausa e as tarefas (3 a 5 tarefas) a desenvolver ao longo desse dia.

Não ter um espaço de trabalho definido

Se não trabalhas a partir de casa é natural que saibas bem qual é o teu espaço de trabalho. Porém há cada vez mais trabalhadores independentes que prestam os seus serviços a partir de casa. É muito importante que haja um espaço dedicado ao trabalho para que percebas que quando estás naquele espaço pretendes trabalhar e quando estás no resto da casa estás nos teus períodos de paragem ou de vida pessoal. Quando não há esta identificação de espaço de trabalho e espaço de vida pessoal corremos o risco de nos distrairmos com o que não é trabalho quando pretendemos trabalhar, ou quando estamos a descansar de abrir o computador para fazer algo. Um exemplo ineficiente é quando alguém se senta no sofá a ver televisão e com o comprador para trabalhar, essa pessoa nem vai verdadeiramente descansar, nem vai verdadeiramente trabalhar.

Se queres ser um trabalhador independente equilibrado e eficiente começa já a colocar em práticas estas dicas que acabei de explorar. E se és alguém que tem ou quer ter um part-time além do teu trabalho por conta de outrem podem também ser-te bastante úteis.

Eu ajudo pessoas que se sentem estagnadas a sentirem-se plenas e realizadas, através de um encontro consigo próprias, sem descurar nenhuma área das suas vidas. Podes saber mais sobre o meu trabalho agendando uma sessão de planeamento gratuita Aqui

Artigos Relacionados:

Como estar de volta ao trabalho em Plenitude e realização?… Pós férias!…

Como aumentares a coragem na tua vida? 

Queres mudar a tua realidade profissional e não sabes por onde começar?

Já alguma vez te sentiste marioneta da sociedade? Marioneta da tua empresa?

3 fatores que impedem a tua criatividade

4 formas práticas de melhorares as tuas finanças e começares a empreender

Leave a Comment

Contactar
Fale diretamente comigo
Olá.
Podemos ajudar?