Liderar a vida

Como optimizar a liderança da nossa vida a partir da raiz

Quando queremos construir vidas felizes, seja nas nossas profissões seja nas nossas vidas em geral precisamos de aumentar a autorregulação sobre a nossa vida: sobre aquilo que comemos, sobre aquilo que fazemos, sobre o foco e a ação que temos em nossas vidas.


Antes demais gostava de trazer a rflexão de que há a tendência para querermos controlar tudo e mais alguma coisa inclusive as nossas emoções. A questão é que se as emoções surgem é para nos transmitir a mensagem de que algo precisa de ser ajustado e nós às vezes não queremos ouvir queremos apenas substituir aquela emoção por outra – controlar a emoção. Normalmente as emoções comportam-se como nós humanos nos comportamos: como te sentirias se te tentassem controlar? Com mais raiva? Preso? Contraído? É exatamente isso que acontece quando queremos controlar as emoções sem tentar perceber o que está na sua origem, regulando a emoção a partir daí, sentido e escutando a mensagem que ela tem para nos transmitir.

Porque te falo de emoções? Porque as emoções levam-nos à raiz do problema.

Provavelmente tu identificas o problema como sendo:

Distrações, falta de foco,

Falta de ação/ motivação,

Comer em demasia,

Fumar;

Procrastinar.

Na realidade estes fatores são a causa do problema e não a raiz.

Então qual é a raiz do problema? Conseguimos perceber a origem do problema quando escutamos as nossas emoções e muitas vezes a raiz do problema está no stress constante, nos pensamentos em loop.

Como podemos então resolver o problema de raiz?

Cada um de nós deve investir em si num caminho de autoconhecimento que lhe possibilite o maior número de ferramentas para que possa aumentar o seu equilíbrio emocional e a calma e clareza nos seus pensamentos.

Uma ferramenta que todos nós temos disponíveis e funciona com toda a gente é a respiração. A respiração consciente e o foco na respiração faz com que aumente a clareza da nossa mente e a nossa serenidade geral. Trata-se de fazer respirações profundas, inspirar até não haver mais ar para entrar, expirar até não haver mais ar para sair – se fizermos uma contagem de 10 a 20 respirações profundas já vai ter um efeito muito interessante. Talvez se avaliássemos o nosso estado antes e depois da respiração consigamos perceber maior serenidade e maior clareza no pós-respirações.

A escrita manual é uma ferramenta que nos apoia a colocar as nossas ideias em ordem e também a esvaziar a nossa mente. Quantas vezes temos a nossa mente cheia de coisas que nos preocupam, de coisas que não queremos esquecer? Quando colocamos num papel a nossa mente fica mais livre e mais descansada.

Se não te queres esquecer do que tens para fazer coloca na tua agenda.

Se algo te preocupa escreve sobre isso num papel e toma consciência que estás a retirar da tua mente e a colocar num papel.

Se queres construir um projeto escreve sobre as ideias que tens em relação a ele –  tudo fica mais claro e estruturado.

A vida é movimento se introduzirmos exercício físico na nossa vida ele também nos vai ajudar a estar mais calmos e serenos. O exercício físico permite que aumentemos a nossa vitalidade é uma forma de agradecermos e recompensarmos o nosso corpo por tudo aquilo que ele faz por nós, nomeadamente pelas horas de trabalho. Quando o exercício físico é realizado em plena presença ele ajuda-nos a aumentar o nosso foco e a viver a vida de forma mais agradável.

Quando queremos resolver uma situação é importante que o façamos a partir da raiz. Muitas vezes estamos a atuar nas consequências do problema.

 Trazendo a analogia do ditado: “se vires uma pessoa com fome não lhe dês peixe ensina-o a pescar”

Quando damos peixe estamos a atuar na consequência do problema e estamos a alimentar o problema para a vida: se não dermos o peixe todos os dias a pessoa vai passar fome.

Se ensinarmos a pessoa a pescar vamos resolver o problema de raiz pois se ela sabe onde ir buscar o alimento o problema deixa de existir.

Na nossa vida acontece a mesma coisa, às vezes estamos a alimentar problemas para a vida em vez de resolver o problema de raiz.

Eu ajudo pessoas que se sentem estagnadas a sentirem-se plenas e realizadas, através de um encontro consigo próprias, sem descurar nenhuma área das suas vidas. Podes saber mais sobre o meu trabalho agendando uma sessão de planeamento gratuita Aqui

Artigos Relacionados:

Como estar de volta ao trabalho em Plenitude e realização?… Pós férias!…

Como aumentares a coragem na tua vida? 

Queres mudar a tua realidade profissional e não sabes por onde começar?

Já alguma vez te sentiste marioneta da sociedade? Marioneta da tua empresa?

3 fatores que impedem a tua criatividade

Ferramenta fundamental para criação de uma estratégia que precisas mesmo de conhecer

3 coisas que precisas de saber sobre as decisões que tomas

4 atitudes de pessoas profissionalmente bem sucedidas

4 fases essenciais para superar o medo e tornar os teus sonhos realidade

3 coisas que te apoiam a dirigir a tua atenção e ação para aquilo que importa

Como podes desbloquear o teu potencial

3 passos fundamentais para avançar profissionalmente

Como pensar menos e fazer mais?

O que fazer para vencer a procrastinação?

Leave a Comment

Contactar
Fale diretamente comigo
Olá.
Podemos ajudar?