Cérebro

O Poder do Cérebro para uma mudança sustentada

O nosso cérebro guarda cada ordem que lhe damos. O nosso cérebro está pronto a executar tudo aquilo que nós lhe pedirmos. A capacidade do nosso cérebro é incrível.

Então surgem as perguntas:

Podemos fazer com que nos sintamos felizes?

Podemos fazer com que nos sintamos capazes?

Podemos fazer com que mudemos o nosso comportamento procrastinador?

Podemos fazer com que mudemos o nosso comportamento disperso?

Podemos temos à nossa disposição uma máquina preciosa o nosso cérebro, ele não vem com guia de instruções e ninguém nos ensinou a usá-lo, porém podemos fazer aquilo que nós quisermos pois temos à nossa disposição a maquina com um potencial incrível.

Para materializarmos uma mudança precisamos de acreditar que é possível, que é possível mudar quando quisermos e decidirmos mudar. Grande parte da sociedade associa uma dor grande às mudanças rápidas, então as pessoas tendencialmente não acreditam que é possível mudar rápido. Tal e qual como conseguimos criar um problema rapidamente também conseguimos criar uma solução rapidamente, há um instante e que a mudança acontece. Quanto mais acreditarmos que é possível mudar num instante mais facilmente a mudança se materializa.

A sustentação da mudança a longo prazo dá-se quando nos responsabilizamos e para isso é necessário:

1- Acreditar que algo tem de mudar e identificar o que é importante mudar

Quero deixar de trabalhar nesta empresa

Quero escolher um caminho e tornar-me especialista em algo

Quero criar a minha própria empresa e ter liberdade de decidir

Quero trabalhar numa empresa com determinadas condições

É fundamental que haja uma decisão irreversível para a mudança em que a dor de não mudar é bem superior à dor da mudança.

2- As coisas mudam quando nós mudamos. Cada um de nós é a sua própria fonte de mudança e é importante que esta premissa esteja bem presente se pretendemos que a mudança dure.

A nossa mudança acontece no realinhamento dos níveis neurológicos:

· Missão – o grande para que de fazer o que faço

· Identidade a forma como eu me vejo. O que eu sou

· Convicções – aquilo em que eu acredito

· Valores – aquilo que eu valorizo

· Habilidades – Que capacidades eu tenho

· Comportamentos – como eu me comporto

· Contexto – que resultados eu crio na minha vida que rede de contactos eu desenvolvo

3- Acreditar que é possível mudar – se não acreditarmos que é possível mudar através da nossa vontade e ação a mudança não se materializa. É mais fácil mudar com o apoio de alguém porém a pessoa deve acreditar que é ela a principal fonte de mudança é ela a dona da sua própria maquina e só assim é possível mudar, quando há uma autor-responsabilização pela mudança.

É mais fácil não mudar e culpar os outros pela não mudança, mas isso não resolve nada. Usa a tua máquina de transformação, o teu cérebro e transforma a tua vida.

Eu ajudo pessoas que se sentem estagnadas a sentirem-se plenas e realizadas, através de um encontro consigo próprias, sem descurar nenhuma área das suas vidas. Podes saber mais sobre o meu trabalho agendando uma sessão de planeamento gratuita Aqui

Artigos Relacionados:

Como estar de volta ao trabalho em Plenitude e realização?… Pós férias!…

Como aumentares a coragem na tua vida? 

Queres mudar a tua realidade profissional e não sabes por onde começar?

Já alguma vez te sentiste marioneta da sociedade? Marioneta da tua empresa?

3 fatores que impedem a tua criatividade

Ferramenta fundamental para criação de uma estratégia que precisas mesmo de conhecer

3 coisas que precisas de saber sobre as decisões que tomas

4 atitudes de pessoas profissionalmente bem sucedidas

4 fases essenciais para superar o medo e tornar os teus sonhos realidade

3 coisas que te apoiam a dirigir a tua atenção e ação para aquilo que importa

Como podes desbloquear o teu potencial

3 passos fundamentais para avançar profissionalmente

Como pensar menos e fazer mais?

Leave a Comment

Contactar
Fale diretamente comigo
Olá.
Podemos ajudar?